• Geopizza | Rodrigo Zottis

A Operação Prato Pt2: Os Militares #17

A Operação Prato foi criada pelas Forças Armadas e a Força Aérea para investigar acontecimentos estranhos no Pará nas cidades de Colares e Viseu, em que moradores e animais estavam sendo feridos por luzes estranhas. A partir de 1 mês dos primeiros avistamentos, mais da metade da população de ambas cidades fugiram por pânico. O coronel Uyrangê Hollanda foi encarregado de liderar a Operação Prato com outros militares, para reportar tudo que ocorria para o exército. Após diversos avistamentos reportados por Hollanda, a operação foi encerrada abruptamente por superiores 3 meses após seu início, embora os acontecimentos estranhos continuaram. Todos os participantes da operação foram proibidos de contar detalhes sobre o caso após seu encerramento. As 2 mil folhas do relatório, 16 horas de filmes 500 e fotos da operação foram grande parte ocultadas do público. Na década de 90, Hollanda decide ceder uma entrevista de mais de 2 horas publicamente, mas poucas semanas depois, é encontrado morto em sua casa. Na 2º e última parte sobre a Operação Prato do Geopizza, abordamos o que foi uma das operações militares menos transparentes de todo o Brasil e teorizar sobre o que ela possivelmente abordou.

Cardápio da Semana (dicas culturais): Filme Fogo no Céu (1993) Livro Carl Jung: Flying Saucers: A Modern Myth of Things Seen in the Sky (1959) Caso Roswell por the Last Podcast on the Left Projeto MkUltra de The Last Podcast on the Left Relato Bernie e Betty Hill


Escute o podcast também no no: Spotify: https://spoti.fi/2NJLR91 Google podcasts: https://bit.ly/34zCuje Apple Music: https://apple.co/2ItQEJT Deezer: https://bit.ly/35c4Fpl

Auxilie o Geo a produzir mais conteúdo através do apoia.se/geopizza ou do picpay.me/geopizza


  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco